08 setembro, 2013

Aonde dói o calo.

Olá queridos!
Talvez o título do post de hoje tenha causado um certa estranheza.. Mas é exatamente nesse ponto que eu quero chegar, aonde dói o calo. Este calo não é no físico, e sim na alma.
Não somos perfeitos e nem seres estáticos! Estamos em contínua mudança, algumas para o bem e outras, ainda que infelizmente, para o nosso próprio mal.
Muitas vezes sem percebermos nos prejudicamos, seja por uma palavra mal interpretada, uma situação que não ficou bem esclarecida, um mau sentimento guardado, enfim.
Acredito que quando Deus falou que não é bom que o homem viva só e que é melhor serem dois do que um, Ele não se referia somente ao casamento, mas sim, a necessidade que temos de nos olhar pelos olhos do outro. Isso claro, considerando um olhar que edifica.
No fundo, sabemos nossas fraquezas e pontos negativos. Mesmo assim, tendemos a deixá-los de lado, fingindo que eles não existem.. É como se ficassem guardados numa caixinha ao lado. A questão é que uma hora ou outra essas fragilidades virão à tona. O que fazer? Escondê-las novamente na caixinha?
Não. Devemos enfrentá-las! Mesmo que doa, mesmo que nos preocupemos com o que dirão ou pensarão ao nosso respeito.
Quando alguém conversa conosco e nos aponta os nossos erros, ainda que com muito amor e com palavras brandas, o sentimento que nos invade é de raiva e vergonha ao mesmo tempo. A verdade incomoda profundamente e dói. Queremos reagir imediatamente e nos defender, tentar provar para a pessoa que ela está errada e que não somos daquele jeito. Mas será que é isso mesmo? Será que não é Deus usando aquela pessoa? As palavras doeram tanto por quê? 
Simplesmente porque alcançaram o propósito para que foram ditas. Apertou o seu calo!
Quando estamos machucados, ficamos querendo "proteger" para não sentir mais dor.. Não deixamos ninguém tocar e nem queremos que cheguem muito perto. Esta atitude por mais cômoda que pareça e seja, não é a mais eficaz para que o machucado sare. A verdade é que se colocarmos o remédio correto, ainda que tenhamos que sentir mais dor ainda, ficaremos curados muito mais rápido. E sabemos disso, mas o medo da dor é maior muitas vezes e tampa a nossa visão do futuro, que no caso é a recuperação muito mais rápida.
Trazendo este exemplo para as nossas vidas, podemos perceber que muitas vezes tentamos evitar o "remédio", ficamos curtindo aquele machucado e esperando que o tempo resolva a situação. Quando alguém vem tentar aplicar o remédio ou dizer que nós devemos fazer alguma coisa, nos sentimos injustiçados, afrontados.. E erramos muito assim! Pior ainda é guardar rancor, mágoa ou ressentimento daquela pessoa que tentou te ajudar falando a verdade. Além de você desprezar o remédio que curaria seu "calo" você ainda consegue piorá-lo com essa atitude.
O correto é ouvir primeiramente, meditar e retirar daquela conversa o que você encontrou de positivo. Mesmo que esse positivo te incomode!
Deus permite que sejamos chamados atenção porque nos ama! Ele tem um cuidado todo especial e nos promete a direção certa para todas as ocasiões. Ele diz que com mão forte nos ensinará o caminho que devemos seguir e também o que não devemos seguir.
Então muitas vezes Ele mesmo manda Seus filhos para nos alertarem, exortarem, ensinarem.. e o que fazemos? Como temos recebido as exortações e ensinamentos de Deus? Será que de bom grado ou com cara feia?
Não podemos ser aquele tipo de pessoa que ouve algo que bate em cheio com o seu erro e logo pensa e/ou diz: "Isso não é pra mim! Bem que fulano poderia estar aqui para ouvir isso." Tudo que a incomoda é para o outro e o que faz cócegas ao seu ego é para ela. Absurdo não? Mas é exatamente assim que agiremos se não pararmos e procurarmos logo o remédio! Sabe qual é esse remédio?
A verdade.
A verdade cura, liberta, fortalece, anima, abre a nossa visão! Mas ela também incomoda muitas vezes, dói profundamente e momentaneamente pode nos deixar "sem chão".
Ela nos tira da nossa zona de conforto e nos coloca no centro de onde devemos estar, ou pelo menos nos mostra aonde deveríamos estar e não estamos ainda. Seja por moleza mesmo ou falta de atenção..
Enfim, o que quero passar hoje é:
Ouça!
Sempre esta situação, de alguém chegar até nós e conversando mostrar nossos erros, nos alertar sobre algo ou simplesmente lançar um "vigia" acontece. Devemos aproveitar esta oportunidade para crescermos! Precisamos evoluir, amadurecer, nos forçar a ir mais longe do que já chegamos. Pois se quisermos, conseguiremos sim, ir muito mais longe, fazer muito mais e principalmente ser alguém muito melhor. 
Ainda mais levando isso para a Obra de Deus, para nossa vida com Ele! Sabemos que cobranças, exortações virão! E é bom que venham mesmo! 
O medo só nos paralisa, a raiva então.. Nos emburrece! Sim, a raiva nos cega e não pensamos em nada direito. Por isso Deus orienta que devemos nos trancar no nosso quarto e ficar por lá até que a ira passe. 
Se esta postagem incomodou você de certa forma, que tal ler novamente, com calma, pedindo que Deus fale com você e te fortaleça para amadurecer ainda mais e assim promover o seu crescimento pessoal e espiritual?

Deus abençoe :)


4 comentários:

  1. E como a raiva nos cega... ela faz ver coisas que nao existem, aumentar o que se vê, e não enxergar o que é obvio e certo de c ver

    Oremos por equilibrio, oremos para que venhamos irar mas não pecar...
    abraços
    Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Caroline!
      Precisamos usar a nossa fé racional, ou seja, inteligência!
      Não podemos nos deixar dominar pelas emoções, e sim, dominá-las.
      Obrigada pela visita e comentário!
      Amém e Deus abençoe a sua vida.
      Abraços :)

      Excluir
  2. Excelente blog, reciban muchas bendiciones desde mi blog
    www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola! ¡Gracias!
      Vuelve cuando quieras!
      Que Dios los bendiga!

      Excluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...